Cuidado com a metáfora dos macacos!

Você já notou como algumas pessoas quando chegam a cargos gerenciais ou assumem posições de liderança nas corporações se comportam como se estivessem em uma “árvore de macacos.”

Sei que pode soar um pouco pejorativo o termo “árvore de macacos”, mas irei explicar melhor. Imagine uma árvore em uma floresta, essa árvore está cheia de macacos. Aqueles que estão no topo, ao olhar para baixo, conseguem ver apenas sorrisos dos outros macacos que olham para cima, ao olharem para cima enxergam o céu e possuem uma visão de toda floresta. Aqueles que estão no meio, garantem sorrisos para os que estão acima deles, porém mostram apenas seus “traseiros” para os que estão abaixo. Já os que estão nos galhos mais baixos, garantem sorrisos para os que estão nos galhos medianos, mas conseguem ver apenas “traseiros”.

 

Se pensarmos friamente, essa árvore se parece com o comportamento hierárquico de muitas organizações. Os líderes no topo recebem “sorrisos” de todos e conseguem ver o todo, desenvolvendo uma ótima visão de futuro, mas que não se preocupam em compartilhar com os líderes que estão mais abaixo ou com as equipes. Esses líderes no topo, que recebem apenas sorrisos, não focam seus esforços em olhar para baixo para garantir que os demais também recebam sorrisos.

 

Os líderes intermediários conseguem ver apenas parte da floresta, possuem uma visão mais ampla do que aqueles que estão na base, mas ainda assim limitada. Recebem “sorrisos” de toda a base, mas precisam lidar com a visão não tão agradável que vem de cima.

 

Enquanto isso, a base não consegue ver a floresta, sua visão é muito limitada e não recebe nenhum “sorriso” vindo de cima.

 

Os nossos esforços como líderes devem ser para quebrar a lógica da “árvore de macacos”, garantindo que a visão do topo da árvore seja compartilhada e traduzida para todos os níveis e que independente do nível que você ocupe, ao olhar para cima ou para baixo, você poderá ver sorrisos, isto é, ser tratado com igualdade e respeito.

 

Quanto mais essa lógica for quebrada, melhor será o clima organizacional, o relacionamento, o engajamento e consequentemente a produtividade das equipes.

 

Você já se viu nessa árvore? O que fazer para quebrar essa lógica tão prejudicial para as organizações?

Um comentário sobre “Cuidado com a metáfora dos macacos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s