A motivação é mais valiosa que a inteligência?

Todos os líderes, inclusive eu, adorariam ter uma receita para manter a sua equipe sempre motivada, engajada e utilizando ao máximo o seu potencial. Infelizmente não existe tal receita, cada equipe, cada pessoa, tem um perfil diferente e irá se engajar por estímulos diferentes.

Para ser bem sincero eu não acredito que uma pessoa possa motivar a outra, na minha opinião a motivação é algo pessoal e interno. Porém, tenho certeza que um líder pode criar as melhores condições para que seus colaboradores se sintam motivados e engajados.

A motivação é tão importante para o sucesso de uma equipe, quanto a inteligência ou a habilidade das pessoas.

“Quando testado em pesquisas nacionais e comparado com fatores cruciais como inteligência e habilidade, o nível de motivação prova ser o componente mais significante em prever o sucesso na carreira. Enquanto o nível de motivação está altamente relacionado com o sucesso, a fonte de motivação varia muito de um indivíduo para o outro e não tem relação com o sucesso.” – Bashaw and Grant, 1994.

Segundo um artigo público na revista Times, existem 4 fatores, cientificamente testados, que ajudam a ativar a motivação nas pessoas e a estimulá-las a fazer o seu melhor:

  1. NÃO SUBORNAR AS PESSOAS

Recompensas apenas motivam as pessoas a conquistarem recompensas. Quando não existem mais recompensas, as pessoas param.

E se você precisar de qualquer coisa diferente de trabalho mecânico básico – se você quiser um trabalho criativo ou analítico – recompensas, algumas vezes, podem prejudicar no lugar de motivar.

Dan Pink, autor do livro Drive, explica: “Sim, você precisa pagar as pessoas, mas apenas o suficiente para que dinheiro não seja o problema. Pink mostra que para tarefas complexas, nós somos mais motivados pela necessidade de autonomia, especialização e propósito.”

  1. FAZER COM QUE AS PESSOAS SINTAM ALGO

Nós sempre falamos de pessoas motivadas pela vingança, pela inveja, por medo, por paixão… o que esses itens têm em comum?

Sim, eles são todos sentimentos. E todos são poderosos motivadores.

Nós raramente fazemos algo que não envolva sentimento e é muito difícil resistir a coisas que envolvam sentimento. Esta é a forma como nosso cérebro está estruturado.

Chip e Dan Health resumem a pesquisa em seu livro “Switch: How to Change things When Change is Hard”: “Foque nas emoções. Saber de algo não é o suficiente para gerar uma mudança. Faça as pessoas (ou você mesmo) sentirem alguma coisa.”

  1. DESTACAR O PROGRESSO

A pesquisa de Harvard de Terese Amabiles descobriu que nada é mais motivador do que o progresso.

Do livro “The Progress Principle: Using Small Wins to Ignite Joy, Engagement, and Creativity at Work”: “Esses padrões são o que chamamos de Princípio do Progresso: dentre todos os fatores positivos que influenciam a vida profissional, o mais poderoso é o progresso em um trabalho que tenha significado; dentre todos os fatores negativos o mais poderoso é o oposto de progresso – estagnação no trabalho. Nós consideramos este como um princípio fundamental de gestão: facilitar o progresso é a melhor maneira de gestores influenciarem as vidas profissionais das pessoas.”

Uma quantidade consistente de pequenos sucessos produz mais felicidade do que um grande sucesso ocasional. Progresso é algo poderoso. Encoraje as pessoas a refletirem sobre o quão longe elas já foram e o excelente trabalho que fizeram.

  1. DESENVOLVER UM RITUAL (OU QUASE ISSO)

Você não precisa fazer um ritual literalmente, com sacrifício de animais e coisas do tipo. Mas o que mais une as pessoas em um ritual?

Uma crença em comum. Uma história.

O investidor Ben Horowits explica que as melhores Culturas Corporativas são na verdade rituais: um grupo unificado por uma ideia provocante.

Simon Sinek, o autor do livro “Start with Why: How Great Leaders Inspire Everyone to Take Action”, tem uma teoria interessante:

Pessoas estão engajadas e motivadas pelo “porquê” nós fazemos as coisas; e não pelo “o quê” nós fazemos.

Todas as mensagens motivacionais, das propagandas da Apple ao discurso de Martin Luther King, dizem a mesma coisa: elas começam com o “porquê.”

Resumindo


Pesquisas mostram que importunar, cobrar e reclamar funciona:

Gestores que são deliberadamente redundantes como comunicadores movem seus projetos mais rapidamente e com menos problemas que os que não são.

Mas você já realizou o seu melhor trabalho porque alguém ficou te cobrando? Eu acho que não.

Existe uma opção, ajudar as pessoas a encontrarem a sua motivação. Para fazer isso você pode começar aplicando os 04 princípios acima.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “A motivação é mais valiosa que a inteligência?

  1. Muito bom Sérgio!
    Foi ao encontro do que converso sempre com as pessoas com quem trabalho.

    Foque e fortaleça seus valores, eles guiarão sua motivação.

    Cuidado quando focar pura e simplesmente no dinheiro, pois isto é algo volátil que possui uma alteração de valor muito grande e assim em um momento poderá estar muito motivado e no seguinte não encontrar sentido em nada, assim como cada moeda espalhada pelo mundo.

    Valores e propósitos trazem energia e motivação às pessoas e empresas de maneira sólida e duradoura e consequentemente prosperidade financeira e lucro. O contrário disto, quando se busca valor através da moeda, não há sustentabilidade, independente do momento, estável ou não.

    Já compartilhei com uma grande rede por aqui.

    Muito Obrigado e grande abraço

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s