Feedback

Nos últimos 20 anos a minha carreira foi baseada na minha habilidade de liderar e desenvolver pessoas, para que essas entregassem resultados excepcionais. Neste período também entendi que a comunicação é essencial para liderança e que dentre as oportunidades de comunicação que um gestor tem com a sua equipe o “feedback” é uma das mais importantes.

Muitas pessoas, colaboradores e gestores, ficam desconfortáveis apenas em ouvir a palavra “feedback”, o termo ganhou uma conotação negativa pois muitos líderes não se preparam e não dedicam a devida atenção a essa ferramenta tão importante.

O feedback é fundamental para o desenvolvimento da sua equipe, é através dele que as pessoas saberão no que estão acertando ou errando e como podem melhorar. Colaboradores adoram ter seu trabalho reconhecido e receber feedback de forma construtiva.

Quando bem administrado, o feedback é uma ferramenta poderosa para edificar conhecimentos e habilidades, aumentar a motivação e desenvolver hábitos de reflexão e análise de resultados na equipe.

O que aprendi na prática, é que um bom feedback precisa ser planejado para ser produtivo. O que não exclui o feedback espontâneo que ocorre no dia-a-dia, levando sempre em conta que um feedback positivo pode ser dado em público, mas o construtivo (que muitos chamam de negativo) deve ser feito em particular, assim você não irá expor seu colaborador, correndo o risco do feedback ter um efeito negativo na performance dessa pessoa.

Neste post focarei no feedback planejado, pois acredito que esse seja o mais produtivo e também o que normalmente gera mais dúvidas.

O feedback planejado é aquele que é agendado e reúne informações, fatos, dados e argumentos sobre a performance e o comportamento da pessoa. As vantagens de oferecer um feedback planejado são:

•    Oferecer informações sobre o que o colaborador está fazendo, e não apenas elogios ou críticas. Informações específicas sobre como o colaborador está desempenhando suas tarefas são muito mais úteis que apenas um elogio ou uma crítica, deixando claro o que exatamente a pessoa está fazendo de certo ou de errado.
•    Permite que o gestor seja específico, pessoas reagem melhor a feedbacks que não sejam ambíguos e permitam diversas interpretações.
•    Prepara o gestor para contornar objeções e desculpas apresentadas pelo colaborador com fatos e informações consistentes.
•    Permite que o gestor leve em consideração o momento pelo qual o colaborador está passando e consiga balancear itens negativos com itens positivos, dando assim um senso de justiça ao feedback apresentado.
Durante as reuniões de feedback também existem alguns cuidados que podemos tomar para tornar a reunião mais produtiva:
•    Crie um ambiente seguro – Não faça a pessoa se sentir mal e principalmente não a exponha em frente aos colegas de trabalho. Na maioria das vezes, quando a pessoa que recebe o feedback não se sente confortável, o feedback é improdutivo.
•    Seja positivo – Sempre comece o seu feedback apresentando algum fato positivo, isso estimulará o cérebro de maneira positiva e deixará o indivíduo mais aberto a mudança. Quando apresentar um feedback construtivo ou corretivo, sempre termine com sugestões de como resolver ou melhorar aquela situação.
Fale na terceira pessoa – evite frases que comecem com “você”, isso faz com que as pessoas fiquem na defensiva e ao invés de prestarem atenção no que está sendo dito, se concentrarão em ensaiar mentalmente a sua defesa. Por exemplo, no lugar de dizer: “você não cumpriu os dois últimos deadlines”, diga: “os dois últimos deadlines não foram cumpridos”.
Lide com as emoções – quando um colaborador ficar nervoso com um feedback, uma maneira inteligente de contornar a situação é utilizar perguntas que peçam que ele explique porque está reagindo daquela maneira. Isso fará com que ele se acalme e responda.
•    Tenha foco – em uma reunião de feedback você não deve discutir diversos assuntos, escolha um item específico para ser discutido e garanta que a pessoa saia da reunião com clareza do que precisa ser melhorado ou do que está fazendo de positivo.
•    Luz no fim do túnel – ao final do feedback pergunte se a pessoa entendeu tudo que foi apresentado e o que você espera que ela faça a partir de agora. Mostre que existe uma maneira de reverter a situação, que você confia na pessoa, que acompanhará a sua performance e a ajudará a ter sucesso. 

As pessoas se sentem motivadas e mais comprometidas quando recebem um retorno constante sobre o trabalho que estão realizando, não perca a oportunidade de oferecer feedback com frequência para sua equipe, os resultados com certeza compensarão o seu esforço.

Anúncios

3 comentários sobre “Feedback

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s