Postura de Aprendiz

Hoje falarei sobre um assunto que eu considero muito importante, eu até diria que é vital para o desenvolvimento da carreira de qualquer profissional, principalmente aqueles que ocupam cargos de liderança. O assunto do post de hoje é a necessidade de assumirmos uma postura constante de aprendiz, nunca acreditando que já sabemos o suficiente ou que uma pessoa, uma situação ou experiência não terá nada para nos ensinar.

É senso comum que aprendemos com os nossos erros e com os erros dos outros ao nosso redor, mas mais do que isso, ter uma postura de aprendiz é  estar aberto e buscar o novo, se mantendo relevante.

Pesquisas mostram que líderes que sempre pensam e agem com base nas mesmas premissas e repertórios estão fadados a estagnação e a baixa performance. É preciso ter humildade e vontade de continuar sempre em desenvolvimento.

Para se desenvolver e manter uma trajetória de sucesso é preciso ser um eterno aprendiz. Durante minha carreira sempre procurei extrair lições valiosas de todas as oportunidades que tive, criando um repertório pessoal, mas sei que isso não é suficiente, portanto busco aprender algo novo com todos que tenho contato, seja através de recursos mais formais de educação ou da simples troca de experiências.

Nos últimos tempos, tive contato com o termo Learning Agility ou “Agilidade para aprender”, achei o conceito muito interessante e entendo que ele potencializa os resultados de um líder que assume a postura de aprendiz, portanto irei compartilhar com vocês um pouco sobre o que é e como melhorar a sua agilidade para aprender.

A agilidade para aprender é a capacidade de aprender de forma rápida e continua com as nossas experiências do dia-a-dia. Uma pessoa que aprende de forma ágil, consegue conectar diferentes experiências para construir conhecimento, é capaz de mudar sua perspectiva quando tem contato com algo novo e se for necessário pode deixar de lado perspectivas que não sejam mais úteis ou válidas.

Para aprender de forma ágil é preciso assumir um modelo mental baseado em objetivos de aprendizagem e aberto para novas experiências. Cada experiência deve ser tida como uma oportunidade de aprendizado, que gera feedback e novas reflexões.

É importante destacar que quando assumimos uma postura de aprendiz e buscamos a aprendizagem ágil, estamos nos abrindo para novos desafios, assumindo riscos e nos permitindo mostrar que não somos experts em todos os assuntos, mas que estamos dispostos a aprender.

Muitos líderes perdem grandes oportunidades de aprendizado, pois não querem sair de sua zona de conforto, se questionar ou assumir seus pontos fracos.

Ficar na sua zona de conforto é uma ótima maneira  de se preparar para o hoje, mas uma maneira terrível de se parar para o futuro.” – David Peterson, diretor de coaching executivo e liderança no Google.

Um coach profissional pode te ajudar muito a desenvolver a sua habilidade de aprender, uma vez que você precisará identificar e mudar as suas rotinas automáticas. Mas existem algumas coisas que você mesmo pode fazer, conforme apresentado em um artigo da Harvard Business Review:

Pedir feedback peça feedbacks sinceros sobre a sua performance e o que poderia fazer melhor ou diferente. Para aprender ao máximo com esses feedbacks não tente se defender, apenas escute e pergunte à você mesmo o que pode aprender com aquilo.
Experimente novas abordagens e comportamentos – teste novos pontos de vista  e aproveite desafios do dia-a-dia para se perguntar: “O que poderia mudar os resultados dessa situação?” ou “O que eu poderia fazer de diferente no futuro?”
Procurar por conexões em áreas aparentemente não relacionadas – escolha áreas nas quais você tem domínio, mas que não necessariamente estão relacionadas com o seu trabalho, e busque maneiras de utilizar esse conhecimento para resolver desafios atuais.
Dedique tempo para reflexões – refletir constantemente sobre as suas experiências no trabalho aumentará o seu aprendizado. Utilize questões como: “O que eu aprendi com isso?” e “O que aconteceu de uma maneira diferente do que eu esperava?”.

Líderes que adotam essa postura de aprendiz aumentam não apenas o seu desenvolvimento individual, mas também o desenvolvimento de toda a sua equipe, pois disseminam a cultura de aprendizado e reflexão para outras pessoas.

Anúncios

2 comentários sobre “Postura de Aprendiz

  1. olá Sergio!

    Me sinto muito confortável na posição de aprendiz, apesar de receber feedback de ser bom professor.
    Acredito que preciso melhorar minhas habilidade de discussão, para que algumas pessoas que estejam discutindo comigo continuem discutindo sem fugir, chegando à um senso comum e verdadeiro. Vejo que tenho grandes discussões com muitas pessoas e isto traz um aprendizado fantástico, mas acredito não ser a maioria e então é um ponto que posso melhorar e avançar.
    Gosto de aprender e tirar lições com cada momento bom ou difícil que vivo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s